sexta-feira, 29 de maio de 2009

aáá, a paixão . . .


É, esse negócio de se apaixonar é meio confuso.
Em um dia, está você lá, sussegada e, de repente, você se depara com ele, com aqueles olhos cativante, com um jeito tão normal quanto os outros meninos mas, é um jeito que te chama a atenção e aí, você para no sorriso dele!
Aí, você começa a pensar nele 25 horas por dia. Quer conversar com ele por horas mas, quando o ve, você só treme, fica sem ar, e fica com AQUELA cara suspeita. Um dia sem ve-lo é um dia meio que, dizemos, perdido.
Ele já está ali, impregnado no seu coração. E quando o ve sorrindo, jura pra você mesma que é a coisa mais linda e preciosa do mundo, você quer ter aquele sorriso pra voce, você quer que aquele olhar encantador seja só pra você.
Sim,e stou nesses estado, por um amigo de infancia, que eu estudava com ele no pré. E, pelo destino ou não (prefiro acreditar no destino) nos reencontramos e ele era meu 'namoradinho' e aquilo voltou. Ele não é o menino mais bonito do colégio(é até melhor, pouca concorrencia), nem o mais estiloso, ele é apenas ele, ele é tão normal quanto aos outros mas, foi isso que chamou minha atenção, sua simplicidade, a facilidade que ele tem de espalhar seu encanto. É, espero que iss0 de certo.
beijos

6 comentários:

Laurinha . disse...

blog linds =)

Suellen disse...

haushuahsa
ehhh tbm qse 19 anos sem carta eh froids...
o amor eh assim,com o tempo fica pior ahsuah

Mayana Carvalho disse...

Por mais confuso e estranho que seja se apaixonar, é a melhor sensação so mundo!

Beijos

Hellen Mesquita disse...

Que fofo!
Meu namoro começou como "namorinho" de infância. rs

Bjs e Boa sorte com esse lance!

Energia Simpatica. disse...

Olá Nataly.
Oh passa lá no meu blog,tem, um selinho de presente para tii.


Corre lá.

beijão

A n i n h a a disse...

e eu também espero que dê certo
é tão bom essas paixoezinhas que deixam a gente com borboletas no estômago *-*

beiijos